Contos e (En)cantos

Convidamos você a se enredar com a literatura para se encantar e contar outros contos dos enfrentamentos e dramas humanos e não humanos, em especial, para compartilhamos nossas experiências de acolhimento, de renascimento e de sofrimentos também, marcadas, de um lado, pela pandemia da COVID-19; e, por outro lado, pelo estado mundial de emergência climática, nos instigando.

————————————————————————————————-

O amor

Vladimir Maiakóvski* (1923)

Um dia, quem sabe,
ela, que também gostava de bichos,
apareça numa alameda do zôo,
sorridente,
tal como agora está
no retrato sobre a mesa.

Ela é tão bela,
que, por certo, hão de ressuscitá-la.
Vosso Trigésimo Século
ultrapassará o exame
de mil nadas,
que dilaceravam o coração.

Então,
de todo amor não terminado
seremos pago
sem inumeráveis noites de estrelas.

Ressuscita-me,
nem que seja só porque te esperava
como um poeta,
repelindo o absurdo quotidiano!

Ressuscita-me,
nem que seja só por isso!
Ressuscita-me!
Quero viver até o fim o que me cabe!
Para que o amor não seja mais escravo
de casamentos,
concupiscência,
salários.

Para que, maldizendo os leitos,
saltando dos coxins,
o amor se vá pelo universo inteiro.
Para que o dia,
que o sofrimento degrada,
não vos seja chorado, mendigado.

E que, ao primeiro apelo:
– Camaradas!
Atenta se volte a terra inteira.
Para viver
livre dos nichos das casas.

Para que doravante
a família seja
o pai,
pelo menos o Universo;
a mãe,
pelo menos a Terra.

* Poeta e dramaturgo russo nascido em 1893 na aldeia de Baghdati, na Geórgia, pertencente ao império russo, à época. É considerado um dos dos grandes renovadores da linguagem poética do século XX, ao lado de Ezra Pound e T.S. Eliot. Também foi um dos divulgadores da ideologia comunista na União Soviética. Suicidou-se em Moscou, no dia 14 de abril de 1930, por causa de uma decepção amorosa.

Pergunta para refletir sobre o texto: Em que você deseja que seu amor se transforme?

3 comentários em “Contos e (En)cantos

Deixe uma resposta para Sandra Patrícia Ataíde Ferreira Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: