Contos e (En)cantos

Rio – Elizandra Souza*

Hoje amanheci rio,
Não fico no mesmo lugar
Minhas margens não me comprimem
Minhas águas estão a navegar

Hoje amanheci rio,
Vou beber e me banhar
Não quero barco!
Hoje sou redemoinho, pode deixar
Não vou me afogar

Hoje amanheci rio,
Quero anoitecer me encontrando com o mar
Pescar estrelas
E adormecer na brisa do ar

*Mulher, negra, poetisa, jornalista, nasceu em 03 de julho de 1983, no bairro do jardim Iporanga, na Zona Sul de São Paulo. É criadora do projeto MJIBA – Jovens Mulheres Negras em Ação, editora da agenda cultural da periferia na ação educativa e locutora da rádio comunitária Heliópolis FM.

Pergunta para refletir sobre o poema: Amanhã, como queres amanhecer?

Um comentário em “Contos e (En)cantos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: