Contos e (En)cantos

Planeta Água (https://www.youtube.com/watch?reload=9&v=wOuk9DCPhyA ) Guilherme Arantes*


Água que nasce na fonte serena do mundo
E que abre um profundo grotão
Água que faz inocente riacho
E deságua na corrente do ribeirão

Águas escuras dos rios
Que levam a fertilidade ao sertão
Águas que banham aldeias
E matam a sede da população

Águas que caem das pedras
No véu das cascatas, ronco de trovão
E depois dormem tranquilas
No leito dos lagos
No leito dos lagos

Água dos igarapés
Onde Iara, a mãe d’água
É misteriosa canção
Água que o sol evapora
Pro céu vai embora
Virar nuvens de algodão

Gotas de água da chuva
Alegre arco-íris sobre a plantação
Gotas de água da chuva
Tão tristes, são lágrimas na inundação

Águas que movem moinhos
São as mesmas águas que encharcam o chão
E sempre voltam humildes
Pro fundo da terra
Pro fundo da terra Terra!

Planeta Água Terra!
Planeta Água Terra!
Planeta Água


* Cantor, compositor e pianista brasileiro, nasceu na cidade de São Paulo, em 1953. Teve uma formação musical multi eclética, que começou aos quatro anos de idade com um cavaquinho presenteado pelo pai. Ao longo da carreira transitou do rock ao pop, do pop à MPB, da MPB a New Age, da New Age de volta a MPB.


Pergunta para pensar sobre o texto: O que as águas lhe levam e lhe trazem?

Um comentário em “Contos e (En)cantos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: