Contos e (En)cantos

Science-fiction I

José Saramago*


Talvez o nosso mundo se convexe
Na matriz positiva doutra esfera.

Talvez no interspaço que medeia
Se permutem secretas migrações.

Talvez a cotovia, quando sobe,
Outros ninhos procure, ou outro sol.

Talvez a cerva branca do meu sonho
Do côncavo rebanho se perdesse.

Talvez do eco dum distante canto
Nascesse a poesia que fazemos.

Talvez só amor seja o que temos,
Talvez a nossa coroa, o nosso manto.


*
Importante romancista, teatrólogo, poeta e contista português. Nasceu em Azinhaga de Ribatejo, em 16 de novembro de 1922. Aos 2 anos de idade mudou-se com a família para Lisboa. Iniciou na literatura com o romance “Terra do Pecado”, em 1947. Foi o primeiro escritor em língua portuguesa a receber o Prêmio Nobel de Literatura, em 1998. Faleceu em Tias, Espanha, no dia 18 de junho de 2010.


Pergunta para refletir sobre texto: Por que talvez apenas o amor seja o nosso manto, a nossa coroa?

Um comentário em “Contos e (En)cantos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: