Contos e (En)cantos

Nada é impossível de mudar

Bertolt Brecht*

Desconfiai do mais trivial, na aparência singelo. E examinai, sobretudo, o que parece habitual. Suplicamos expressamente: não aceiteis o que é de hábito como coisa natural, pois em tempo de desordem sangrenta, de confusão organizada, de arbitrariedade consciente, de humanidade desumanizada, nada deve parecer natural, nada deve parecer impossível de mudar.

*Dramaturgo, romancista e poeta alemão que se dedicou a esclarecer as questões sociais de sua época, fugindo dos interesses da elite. Nasceu em Augsburg, no estado da Baviera, na Alemanha, no dia 10 de fevereiro de 1898 e morreu aos 58 anos, em 15 de agosto de 1956.

Questão para refletir sobre o texto: O que deste mundo, mesmo de aparência singela e habitual, não deve parecer impossível de mudar?

Um comentário em “Contos e (En)cantos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: